Depoimento de fã: Ana Paula Ferrari

Como contamos no post anterior, aconteceu no domingo passado em Nova Iorque mais um show da Turnê Crazy Love no Madison Square Garden. A fã brasileira Ana Paula Ferrari estava lá e nos contou como foi assistir a este show.

Ana Paula aguardando o início do show com seu ingresso na mão.

Vamos lá!
Meu nome é Ana Paula Ferrari, tenho 26 anos, sou jornalista e agora estou cursando Direito, sou de Sorocaba, SP. Eu já perdi a conta dos anos que sou fã do Bublé, porque isso começou há muito tempo. Sou membro do Bungalow-B e acho que ele é o melhor cantor da atualidade.
1 – Onde foi o show?
No Madison Square Garden, em New York.
2 – Foi facil comprar ingresso?
Sim, o sistema é Ticketmaster. Basta um cartão de crédito e um pouco de loucura rs
3 – Ficou em um lugar bom?
O Madison é impressionante. O Bublé estalava os dedos no palco e dava para ouvir perfeitamente. Mas fiquei um pouco longe porque quando decidi comprar, já estava há quase 2 meses vendendo. Foi o terceiro show esgotado do Bublé no MSG.
4 – Foi o primeiro show que vc foi?
Foi o terceiro. Fui em dois shows da turnê Call Me Irresponsible. O primeiro, em 2007, na Filadélfia, USA, e o segundo, em 2008, em São Paulo.
5 – Como foi o início do show?
Exatamente como imaginei: com “Cry Me a River”. Tive infartinhos master quando começaram os acordes. Na verdade, achei que a estrutura da atual turnê é idêntica à da anterior: palco com piso preto e inclinado, cortina fechada para começar o show, até as piadas achei bem parecidas. E foi um show especial, pois foi o 100º da turnê Crazy Love, então ele comemorou bastante.
6 – Ele brincou bastante com a plateia?
Muito, o tempo todo. Ele tirou foto com a plateia, fez longas brincadeiras para apresentar a banda, imitou o Michael Jackson, cantou “I gotta feeling”, foi uma loucura.
7 – Teve aquele momento de descer junto ao publico?
Sim. Na verdade, havia um quadrado no meio do público e ele foi para lá e subiu para cantar algumas músicas, como um segundo palco.
8 – Cantou músicas fora de seu repertório?
Sim, cantou “Twist and shout”, “I gotta feeling” (um trecho apenas), “Billy Jean” (um trecho) e “Mack the Knife”, que embora ele já a tenha gravado, foi a primeira vez que o ouvi cantando em show.
9 – Quanto tempo durou o show?
Quase 2 horas, contando com o bis.
10 – Teve participação de algum outro artista ou grupo?
Sim, participação do Naturally Seven.
11 – Para vc, qual o melhor momento do show?
Foi quando ele cantou “Home” em homenagem aos soldados americanos que estão no Iraque. Ele fez uma dedicação bonita e, por mais que não pareça, os EUA estão em guerra e foi uma emoção coletiva.
12 – Teve alguma coisa que vc não gostou?
Quando ele afirmou que o ano foi muito bom porque estava noivo para casar. Brincadeira! O show foi perfeito, não tem do que reclamar.
13 – Sentiu falta de alguma música?
Não. Ele cantou praticamente o CD “Crazy Love” inteiro, o single Hollywood, e os grandes sucessos dos outros CDs.
Obrigada Ana Paula por dividir com as fãs do Bublé Brasil esse momento especial!

Visão do MSG do assento da Ana Paula.

Se você assistiu a algum show da turnê Crazy Love e quer também nos deixar o seu depoimento mande um email para o Fã Clube Bublé Brasil.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s